sexta-feira, 31 de maio de 2013

Never Give Up

3º Temporada - 25º Capítulo

 
  
[Falei olhando pra ele: Mas você não tem que gostar. Não começa com implicância.
           Ele disse sério: Agora vai ficar brava?
           Suspirei e falei: Eu não estou brava, só estou normal.]

 Ele disse: Quando você fala isso é porque está irritada.
Bufei impaciente e falei: Não começa Justin, não quero discutir com você agora.
Ele disse: Eu também não quero discutir, só estou falando que você está irritada.
Tapei a boca dele com a mão direita e continuei com a outra no volante. Ele ficou quieto e mordeu meu dedo, para que eu o soltasse e falei: Ai Justin. Era só pedir.
Ele disse: Você não me deixou falar.
Falei olhando para o trânsito: E você tem mãos para quê?
Ele riu e disse: Muitas coisas. 
Continuei dirigindo e ele foi curtindo a música no resto do caminho. Olhou para trás através do retrovisor e disse: Você reparou se o Dustin está nos seguindo?
Fiz que sim com a cabeça e falei: Ele está ali atrás. Tem dois carros na frente, mas ele está aqui.
Ele concordou e disse: Agora eu vi. 
Voltou a mexer no celular e logo dobrei a rua de casa. Os seguranças viraram na outra esquina, para o hotel e eu estacionei na rua mesmo, já que em menos de uma hora teríamos que sair de novo.
Desci do carro e olhei ao redor procurando por fotógrafos, e pelo jeito não havia nenhum. Justin tirou os óculos e disse: Temos meia hora para ir até o hotel.
Concordei e falei: Eu sei. Por isso deixei o carro aqui fora.
Entrei em casa e ele passou rápido pela porta. Minha mãe estava sentada no sofá falando com a Megan, enquanto ela mexia no computador.
Falei: Chegamos. O pai ainda está no trabalho?
Megan assentiu e disse: Sim, ele só chega a noite.
Falei: Eu e o Justin vamos ficar lá em cima um pouco, porque em meia hora ele já vai embora. 
Elas assentiram sem muita conversa e fomos para o quarto. Deixei a porta encostada e ele disse: Você vai me levar no hotel e no aeroporto?
Assenti e disse: Claro. Agora senta aqui.
Bati na cama e ele sentou-se ao meu lado. Acariciei seu cabelo e ele ficou fuçando o meu celular, olhando as fotos. Ele disse: Você ainda tem a minha conta do twitter aqui?
Falei: Tenho, mas eu tirei as notificações, porque é impossível aguentar isso o dia todo. 
Ele riu e disse: Você não faz ideia. 
Continuou mexendo no meu celular enquanto eu assistia tv. Estava passando um seriado brasileiro, nada atrativo, mas melhor do que ficar sem assistir nada. E outra, o Justin não entende nada mesmo.
Ele terminou de ver as fotos no meu celular e disse: Bom, como eu vou embora daqui a pouco, podemos entrar em um acordo com o nosso do nosso filho?
Soltei os ombros e falei: Sim Justin. Temos que escolher um de cada sexo.
Ele concordou e disse: Se for menina, será Allissa ou Valentina. E se for menino...
Falei: Eu não quero Valentina, é muito grande. Do menino eu escolho.
Ele disse: Mas não precisa chamar pelo nome, e sim por Valery. Qual seria o do menino?
Concordei e falei: Vamos deixar esse em aberto. Se for menino, será Jake ou nao sei outro nome. Eu gosto de Jake.
Ele disse: Tá, então vamos deixar esses três nomes em aberto. Assim que soubermos o sexo do bebê, iremos decidir o nome, certo?
Assenti e falei: Sim amor. Eu tenho um pressentimento de que é menina, não sei porquê. 
Ele disse: Talvez seja mesmo.
Falei: É porque dizem que quando perdemos o bebê, geralmente é menino e eu passei muito mal. Acho que era menino. 
Ele deu-me um selinho e disse: É uma boa lógica, mas não faz bem ficar pensando no passado. A partir de agora, tudo o que faremos será para o futuro.
Abracei-o forte e disse antes de beijá-lo: É por isso que eu te amo.
Ele sorriu e disse com seus lábios prensados aos meus: Só por isso?
Neguei com a cabeça e falei: Por tudo, eu te amo por todos os motivos possíveis.
Ele me deitou em seu colo ainda me beijando e acariciou meu rosto, colocando meu cabelo para trás. Pausei o beijo e falei: Já sei. Se for menino pode se chamar Finn. É tão fofo.
Justin riu e disse: Que engraçado. Isso é serio? Finn parece barulho de rato.
Cruzei os braços e falei: Como você é sem graça. 
Ele deu-me vários beijos pelo rosto e disse: Você parou para falar isso do nada, e eu achei engraçado. 
Franzi os lábios e ele disse: Tudo bem, nós podemos pensar em Finn. 
Sorri para ele e falei: Não quero mais. 
Justin riu e puxou-me pela contura e abriu as pernas, fazendo com que eu me encaixasse no meio dele. Deitei com a cabeça em seu peitoral e ele disse: Que horas são?
Falei: É você que está com relógio meu amor.
Ele disse: Eu tirei assim que entramos aqui.
Falei: E qual a finalidade de usá-lo só quando você sair?
Ele disse: Dá pra falar que horas são por favor?
Tirei meu celular do bolso e falei: São 15h20. Acha melhor ir agora?
Ele disse: Por mim eu ficaria aqui, mas acho que temos que ir.
Soltei meu corpo nele, impedindo-o de levantar e falei: Só mais 5 minutos. Ele beijou minha testa e disse: Não precisa nem pedir.
Sorri e beijei-o, virando-me de frente para ele, e raspei minhas unhas em sua nuca, fazendo-o arrepiar de leve e ele soltou um riso. Fui para trás e falei: Agora podemos ir.
Ele levantou-se e pegou a mochila. Peguei as chaves do meu carro e falei: Vamos.
Ele me seguiu e disse: Onde sua mãe e a Megan estão? Quero me despedir delas.
Dei os ombros e falei: Acho que ainda estão lá embaixo.
Descemos as escadas e ele correu até o sofá. Abraçou a Megan e disse: Te espero amanha! Já pegou sua passagem com o Dustin?
Ela fez que sim com a cabeça e disse: Passei cedo no hotel para pegar. Até amanhã.
Ele abraçou minha mãe, e disse: Muito obrigado por tudo Márcia. Eu adorei ficar aqui, e se dependesse de mim ficaria mais.
Ela sorriu e disse: Que bom que gostou Justin. Sabe que sempre será bem vindo aqui.
Ele sorriu e disse: Se puderem agradeçam o Max por mim.
Elas assentiram e falei: Avisa o Dustin que estamos saindo.
Justin concordou e entrou no carro. Liguei-o e falei: Quantos irão brear aqui?
Ele disse: Os que estavam no shopping. São 3.
Assenti e falei: Verdade. Então cabe certinho. Eu vou ficar no carro, e você desce para esperá-los.
Ele disse: Eu falei para eles esperarem na entrada, porque é mais rápido.
Parei em frente ao hotel e vaias garotas estavam cercando os seguranças, que sem que o Justin precisasse sair do carro, vieram correndo e um deles colocou as mochilas no porta-malas, logo entrando no banco de traz.
Falei olhando para eles através do retrovisor: Podemos ir?
Todos assentiram e saímos de lá. Justin disse: Tudo certo com os apartamentos em Fernando de Noronha?
Interrompi-o e falei rindo: Qual o nome do lugar?
Ele disse sem entender: Fernando de Noronha. Qual a graça?
Ele nao sabe falar Noronha, e se enrolou todo na palavra. Balancei a cabeça e falei: Você fala engraçado. 
Dustin disse: Tudo certo. Minha esposa e meu filho chegarão lá no domingo e o Ryan na segunda.
Ele disse: E nós vamos quando mesmo? 
Dustin parecia pensativo, e disse: Tenho quase certeza que é na quarta de manhã, porque toda a equipe irá embora. 
Falei: Só espero que vocês consigam descansar naquele lugar, sem que os holofotes atrapalhem.
Eles concordam ao mesmo tempo e Justin disse: Eles não irão nos atrapalhar.
Entramos no aeroporto e estacionei no estacionamento. 
Falei: Vocês vão com o jato particular?
Justin assentiu e disse: É melhor e mais seguro.
Descemos do carro e todos pegaram suas coisas. Confesso que me senti um tanto estranha, e superior ao mesmo tempo por estar andando na frente de três armários e do meu namorado. Todos olhavam para o Justin, e os seguranças fizeram um tipo de circulo para que ninguém se aproximasse dele, e pelo jeito deu certo. Chamou menos a atenção do que o esperado, mesmo assim os fotógrafos foram nos seguindo. Eles foram até a entrada do seu voo e Dustin disse: É aqui. Obrigado pela carona Seu apelido.
Todos agradeceram e me despedi deles. Passaram para o outro lado e perdi-os de vista. Justin abriu os braços para que eu o abraçasse e percebi que os fotógrafos nos fecharam um poucos distantes.
Abracei-o e falei: Quando vou te ver de novo?
Ele sorriu e disse: Muito em breve. Eu te amo.
Nos beijamos e meus olhos já estavam marejados. Falei olhando pra ele: Também amo você.
Ele segurou minha mão e disse: Aww,não  chore amor. Até parece que nunca passamos por uma despedida pequena como essa. 
Sorri e mandei um beijo de longe para ele, que voltou rápido e deu-me um selinho. Passou para o outro lado e também perdi-o de vista.
Mesmo tendo que me despedir dele quase sempre por pouco tempo, eu não  consigo me acostumar, porque por mais que ele eu sabia que ele vai voltar, eu não tenho a confirmação de quando. Fui pensando nisso e passei pelo meio dos fotógrafos sem me dar conta e limpei o rosto.  
Fui até o estacionamento e entrei no meu carro. Coloquei meus óculos de sol e passei um tempo pensando nos dois dias que passei com o Justin. Apesar de termos aproveitado, parece que passou tão rápido e eu queria que acontecesse tudo de novo. Queria voltar para o dia de ontem e parar no tempo com ele, logo quando chegou em casa. 

“Vou embarcar agora. Eu amo você”.

Liguei o carro e respondi-o com um sorriso no rosto. Fui o caminho todo ouvindo o primeiro cd dele, My World. A nostalgia veio á tona, e me senti como se estivesse ouvindo todas as músicas pela primeira vez. Uma sensação tão boa. 
Liguei para a Samantha e deixei no viva-voz. Fomos conversando o caminho todo e ela queria saber como e estava, quando pretendia voltar para a casa do Justin, sobre a faculdade e conversa jogada fora.
A verdade é que eu me sinto perdida. Não sei quando vou voltar para a Califórnia, porque antes eu quero descobrir o sexo do bebê, e também tem a faculdade. Parece que eu não devo voltar para lá tão cedo. Pelo menos o Justin vai aproveitar um tempo descansado, na praia e sem câmeras ao seu redor. É disso que ele precisa. 
Decidi não voltar para casa agora. Parei em uma sorveteria perto da avenida da praia e sentei-me sozinha no banco enquanto degustava meu picolé de coco. 
Olhava no visor do celular a todo momento, esperando por um sinal do Justin avisando de que chegou. Afinal, não dá nem 40 minutos de voo. Assim que terminei meu sorteve, meu celular tocou.

-Ligação-

-Cheguei amor.
-Finalmente. Já está no hotel?
-Sim. Estou deitado na cama com o meu notebook. Onde você está?
-Estou na praça, tomando um sorvete. Quem está no quarto com você?
-O Za, Alfredo, Ryan e só.
-Então tá...se cuida, amo você.
-Se cuide também. Em dobro. Eu amo você. 

-Ligação-

Agora que ele me ligou posso ficar mais tranquila. Voltei para o carro e fui para casa. Assim que cheguei, guardei o carro na garagem e fui direto para o jardim. Sentei-me na beira da piscina e passei a mão pela superfície, e estava tão gelada, a ponto de trincar.
É tao chato você estar em uma cidade em que não tem amigos. Os mais próximos moram em São Paulo, mas ó tenho contato com a Amanda. Pensando bem, talvez seja até bom começar a faculdade na segunda. Fazer novas amizades e me distrair um pouco nesse lugar. 
Entrei em casa pela porta da cozinha e dei de frente com a Megan vindo para a área.
Ela gerou e disse: Que susto. Custava avisar que você estava aqui?
Cerrei-a com os olhos e falei: E desde quando eu tenho que avisar? 
Ela disse: Desde que você entra em silêncio e fica quietinha aqui fora. 
Ignorei o que ela disse e fui até a dispensa. Peguei um pacote de cookies e fui até a sala. Sentei-me na poltrona e inclinei-a um pouco. Será que a minha mãe não está em casa?
Terminei com todos os cookies e peguei um copo com suco de laranja natural, para equilibrar um pouco a alimentação.
Parei de comer quando me dei conta que já estava anoitecendo e meu pai estava para chegar. Minha mãe ficou na sala conversando comigo e falamos sobre o que eu pretendo fazer daqui uns meses, com relação a gravidez.
Meu pai chegou em casa todo sorridente e disse: Boa noite moças.
Respondemos e ele disse: O Justin já foi embora?
Assenti e falei: Sim pai. Ele pediu para te agradecer.
Ele deu-me um beijo na testa e disse: Ele é muito gentil com vocês. Gosto disso.
Minha mae disse: Já vou servir o jantar querido.
Ele disse: Vou subir tomar um banho e já desço para o jantar. 
Falei: Eu comi bastante desde que cheguei. Já vou ficar no quarto.
Megan disse: Não comece a comer só porcarias em Seu nome.
Minha mae concordou com ela e disse: Você sabe que tem que se alimentar bem filha.
Falei: Eu sei disso mãe. Eu estou me alimentando bem.
Subi as escadas e falei: Provavelmente eu não irei mais descer.
Entrei no quarto e separei uma calça de pijama, com uma blusa vermelha. Sai do quarto e fui até o banheiro. Tomei um banho e fiz minhas higienes. Voltei para o quarto e Megan já estava fazendo sua cama. Liguei a tv e falei: Vai dormir agora ?
Ela disse: Acho que nao. Ainda vou tomar banho e fazer dois trabalhos da faculdade.
Falei ao me deitar: Desanima só de pensar que daqui alguns dias eu vou começar.
Ela disse: Você vai de especializar no que gosta, isso é bom.
Falei: Sei disso, mas eu queria estar na Califórnia.
Ela riu e disse: Isso até eu queria mana. Mas infelizmente nem tudo acontece na hora em que queremos. 
Apaguei as luzes e peguei meu celular.

“Boa noite amor. Eu te amo”

“Boa noite vida. Eu também amo você”.

Queria tanto ai ao último show da turnê dele amanhã, mas não, eu não posso de maneira alguma pegar voo até completar pelo menos 4 meses. Será que eles não deixam nem de um dia para o outro? Igual a Megan. São 30 minutos daqui até lá, ou até menos. Não acho que poderia me fazer mal. Mas como o médico disse, todo cuidado é pouco. 

6 dias [...]

Até que ir para a faculdade tem sido legal, apesar de eu ainda não ter feito amizade com ninguém. Depois do almoço em um restaurante, fui para casa e fiquei esperando o Justin me ligar. Ele deve ter chego em Fernando de Noronha umas 11h da manhã, e já são 15h30. Fiquei curiosa em saber por que ele ainda não me ligou para avisar que está tudo bem, sendo que ele já está lá. Eu não vou dar nenhum toque antes dele me ligar avisando que chegou. 
Passei o resto da tarde na sala, vendo minha mãe passar de um lado para o outro falando ao celular. A Megan virá só para o jantar, porque pelo que ela me disse, iria passar a tarde com as amigas. Faz tempo que ela não sai assim, então estava precisando. É até melhor que ela não fique em casa para me irritar sobre o Justin. Já não basta fazer faculdade no mesmo lugar que ela. A sorte é que eu saio 10 minutos antes, então não temos tempo de nos ver lá na saída. 
Subi as escadas e falei de cima: Mãe, se o Justin ligar aqui em casa, você pede para ele ligar de novo em 10 minutos?
Ela assentiu e disse: Sim filha. Aconteceu alguma coisa?
Falei: Espero que não.
Com essa demora dele, vou acabar achando que foi sequestrado de novo, Deus me livre. 
Talvez não seja uma boa hora para pensar nisso. 

Continuo no domingo

Boa tarde p vocês. Eu to super indecisa com nomes, porque eu não consigo pensar em nome de gringo lindinho sem que seja com J Hahaha, mandem sugestões por favor. Obrigada a todas que estão lendo e comentando <3 Já decidi tudo o que tem para acontecer até a fic acabar, e pretendo acabá-la no máximo no meio de junho. 

11 comentários:

  1. Pode ser Julie é um nome mt fofo, já menino eu n sei e finn seria um nome bem legal.
    Bom passando pra dizer que eu amei o cap. Bjão
    @biebsmiling

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OOOOOOOOOOMMMMMMMMMMGGGGGGGGGG EU FUI A PRIMEIRA PELA PRIMEIRA VEZ ! E ISSO É MT LEGAL kkkksqn

      Excluir
  2. Jay eh o nome de um dos caras da tw, acho lindo <33 continua //@takeyoubiebez

    ResponderExcluir
  3. Coootinuuaaaa menino pode ser Brian e menina Jenny ou Juliet

    -Karol

    ResponderExcluir
  4. Gostei de Julie *-*

    ResponderExcluir
  5. Awwn que capitulo fofo *U* Olha , uns nomes aê :

    Nicolas (Nick)
    Ashley *u*
    Adam
    Annie ::: Anne

    Aaah slá , Letys , podia ser um nome brasileiro ... é mais fácil aushuahsausauhs'

    ResponderExcluir
  6. continua!! gosto de Julie!! beijoos @_soutodinhasua

    ResponderExcluir
  7. Continuaaa.... ahh gosto de Benjamin ou Julie!!! Bjoss

    ResponderExcluir
  8. chorei um pouco quando o justin foi embora :( bom de nomes pode ser Sophie ou Christopher gosto muito desses dois nomes. Que pena que vai acabar :( #chorando pelo menos vc pode terminar no dia do meu aniversario?
    @fuckswagjb

    ResponderExcluir
  9. Lets pode se Jessie ou Janne menino pode ser Jacob e Jared . Continua sua diiiwa

    ResponderExcluir
  10. continua scrr q pft

    ResponderExcluir